No ápice da economia criativa, onde a capacidade de inovação, gerar ideias e soluções originais se tornou um importante ativo de mercado, é cada vez mais comum o aparecimento de hubs, lugares físicos de conectividade que vão além da definição de um “espaço compartilhado de trabalho”.

A palavra “hub” se refere na linguagem tecnológica a uma peça central, que recebe os sinais transmitidos pelas estações e os retransmite para todas as demais. No caso dos espaços físicos, os hubs se caracterizam por um lugar propício para o encontro de pessoas que interagem e, consequentemente, criam, empreendem e trabalham juntas.

Listamos abaixo alguns dos hubs mais movimentados da capital paulista, carioca e também de Curitiba onde o constante fluxo de ideias e encontros têm gerado ações, projetos, eventos, movimentos, startups e redes transformadoras dos mais variados tipos. Nas próximas semanas falaremos sobre cada um deles.

Conheça os hubs que fomentam a inovação no Brasil

Curitiba

Aldeia Coworking: primeiro espaço de coworking do Sul do Brasil, promove eventos de aceleração e encontros semanais de empreendedores. PS: É onde está instalada a Poolbliq 😉

São Paulo

Impact Hub – o primeiro coworking do Brasil, é um dos polos mais conhecidos de inovação social de São Paulo

Laboriosa 89 – com um sistema organizacional todo em rede, o espaço inova no uso e na gestão e atrai cada vez mais membros que colaboram entre si.

Coworking Spaces FIAP SU – conectado à rede mundial da  Singularity University, o local é aberto a todos os interessados e não cobra taxa de uso durante o horário comercial.

Ponto de Contato – com a intenção de avançar com uma rede de franquia nacional, o coworking investe na diversidade de empreendimentos.

Plug N’work – o maior coworking do Brasil promove eventos de desenvolvimento pessoal e ainda tem a vantagem de contar com sócios que investem nos projetos incubados.

Eureka: o espaço que nasceu das reuniões em uma garagem, traz o conceito de “coworking no bairro” com a intenção de melhorar a qualidade de vida dos profissionais e ainda realiza todo mês um encontro aberto de ideias.

Rio de Janeiro

Nitis Office –  no meio termo entre o descolado e o formal, o espaço agrega diversos tipos de profissionais e irá lançar um programa voltado para desenvolvedores de software.

Templo Coworking – localizado na Gávea, com salões em forma modular, o local funciona como uma comunidade de empreendedores que se capacita e se diverte em conjunto.

Goma: são 60 empreendedores sociais que trabalham em rede de forma colaborativa e oferecem desde souvenirs sustentáveis a consultorias multidisciplinares para microempresas, grandes corporações e o governo.

Space Coworking: localizado no centro do Rio de Janeiro, não utiliza contratos de locação e agrega diversos projetos digitais.

 

Por Tatiane Ribeiro, no blog Quem Inova, do Catraca Livre

Resource Library

Become a better content marketer with our library of free content available for download.

Check it out
Go to Top